Para falarmos como nasceu um Templo, vamos abrir a Bíblia Sagrada no Livro de Êxodo, onde Moisés depois de libertar o seu povo, em direção à terra prometida, recebeu um chamado de Deus e subiu o Monte Sinai. Lá, passou 40 dias e 40 noites. Moises receber as tábuas com os Dez Mandamentos, as medidas para a construção da Arca da Aliança e as medidas para a construção do Tabernáculo e seus utensílios.

                     O Tabernáculo foi o Templo para adoração a Deus. O que seria um Templo itinerante, que acompanhou aquele povo, até a chegada na terra prometida.

Conforme consta no Livro de Êxodo:

Capítulo 25 - Versículos de 8 e 9.

8-“E farão um santuário para mim, e eu habitarei no meio deles.

9-Façam tudo como eu lhe mostrar, conforme o modelo do tabernáculo e de cada utensílio.

Capítulo 26 - Versículos de 15 e 35.

15-“Faça armações verticais de madeira de acácia para o tabernáculo.

35-Coloque a mesa do lado de fora do véu, no lado norte do tabernáculo; e o candelabro em frente dela, no lado sul.

Capítulo 40 - Versículos de 1 a 6, 7, 9, 10, 16, 17 e 33.

1-Disse o Senhor a Moisés:

2-“Arme o tabernáculo, a Tenda do Encontro, no primeiro dia do primeiro mês.

3-Coloque nele a arca da aliança e proteja-a com o véu.

4-Traga a mesa e arrume sobre ela tudo o que lhe pertence. Depois traga o candelabro e coloque as suas lâmpadas.

5-Ponha o altar de ouro para o incenso diante da arca da aliança e coloque a cortina à entrada do tabernáculo.

6-“Coloque o altar dos holocaustos em frente da entrada do tabernáculo, da Tenda do Encontro;

7-Ponha a bacia entre a Tenda do Encontro e o altar, e encha-a de água.

9-“Unja com o óleo da unção o tabernáculo e tudo o que nele há; consagre-o, e com ele tudo o que lhe pertence, e ele será sagrado.

10-Depois unja o altar dos holocaustos e todos os seus utensílios; consagre o altar, e ele será santíssimo.

16-Moisés fez tudo conforme o Senhor lhe havia ordenado.

17-Assim, o tabernáculo foi armado no primeiro dia do primeiro mês do segundo ano.

33-Finalmente, Moisés armou o pátio ao redor do tabernáculo e colocou a cortina à entrada do pátio. Assim, Moisés terminou a obra.

Moisés edificou o tabernáculo, um templo itinerante que serviu de abrigo a lei e ao culto ao G\A\D\U\, enquanto os hebreus vagavam pelo deserto, em um período de 40 anos, até que conquistaram Canaã e erigisse o Tabernáculo definitivo no Monte Moriah em Jerusalém.

O Rei Davi vendo o Tabernáculo, prometeu edificar um novo Templo dedicado a Deus.

Tarefa que coube ao Rei Salomão. Em (968 a.C.), no quarto ano do seu reinado, Salomão inicia a construção do Templo de Jerusalém, no Monte Moriah. A construção e a arquitetura foram tomadas como base, o Tabernáculo e seus utensílios recebidos por Moisés no Monte Sinai.

Em (960 a.C.), o Templo de Jerusalém que seria uma réplica do Tabernáculo é consagrado, que teve como Arquiteto, DEUS. O Grande Arquiteto do Universo !!!

Os Templos Sagrados ou Templos Maçônicos são réplicas do Templo de Salomão, que, consequentemente é uma cópia do Tabernáculo.

Os Maçons Operativos durante a Idade Média, construíram Templos Maçônicos, Palácios e Grandes Catedrais, sempre tomando como base, o Templo de Jerusalém ou Templo de Salomão.

A Grande Loja de Londres e Westminster foi fundada em 24 de junho 1717 por três lojas londrinas e uma de Westminster, e teve como o primeiro Grão-Mestre Anthony Sayer.

Em 1723 houve a publicação das Constituições dos “Modernos”, elaborada por James Anderson e com a participação importante de Jean Théophile Désaguliers. E em 1725 aconteceu a criação do Grau de Mestre.

Nessa época, surgiram muitas Lojas na Inglaterra, e Grandes Lojas em Frankfurt, Irlanda, Escócia, Viena, Paris, Madri e em diversas Cidades nos EUA.

Após algumas mudanças, os membros antigos não concordando, se retiraram, e em 1751 fundaram a Grande Loja da Inglaterra, que ficou conhecida como a Loja dos Antigos, e a Grande Loja de Londres e Westminster, como a Loja dos Modernos.

1º Templo do Mundo

Após 62 anos de separação, ou seja, em 1813, dois Irmãos (consanguíneos) se tornaram Grão-Mestre das duas Grandes Lojas. O Duque de Kent Grão-Mestre da Loja dos Modernos, e o Duque de Sussex Grão-Mestre da Loja dos Antigos, filhos do Rei George III. Fizeram uma reunião para oficializar a fusão das duas Grandes Lojas. O Duque de Kent abriu mão do cargo e formaram a Grande Loja Unida da Inglaterra – UGLE, ficando como Grão-Mestre o Duque de Sussex. A UGLE existe até os dias de hoje, e vem mantendo a tradição. O Grão-Mestre é sempre um nobre da Família Real. O atual, é o Príncipe Edward Duque de Kent, e é considerada a Loja Mãe do Mundo. Ela controla a regularidade de todas as Grandes Lojas e Grandes Orientes do mundo.

Após a construção desse primeiro Templo em 1776, foram construídos Templos, em toda a parte do Mundo.

Por Ir Renato Burity Oliveira.

MI, 33, KT, membro fundador da Academia Maçônica de Letras, Ciências e Artes da Região Grapiúna (AMALCARG), Delegado da 3ª Insp. Lit. da Bahia, membro ativo e regular das Lojas Maçônicas Vigilância e Resistência nº 70 e Amparo e União nº 260, Or∴ de Ilhéus - BA

Bibliografia:

●Castellani, José – Origens Histórias e Místicas do Templo Maçônico – Editora Gazeta Maçônica – São Paulo – 1991

●Santiago, Marcos – Maçonaria-História e Atualidade – Editora Maçônica A Trolha – Londrina - 1992

●Castellani, José – A Maçonaria e Sua Herança Hebraica – Editora Maçônica A Trolha – Londrina – 1993

●Bíblia Sagrada – Livro da Lei